diferenca entre arquiteto designer de interiores e decorador

Diferença entre arquiteto, designer de interiores e decorador

Diferença entre arquiteto, designer de interiores e decorador
Avalie esse Post
diferenca entre arquiteto designer de interiores decorador

Muitas pessoas não sabe a diferença entre arquiteto, designer de interiores e decorador.

 

Reformas e construções exigem um time multidisciplinar. Profissionais de diferentes áreas trabalham juntos para entregar o melhor resultado possível ao cliente.

Algumas funções, como a do engenheiro, estão bem definidas. Na hora de trabalhar com a decoração, porém, muitas pessoas ficam indecisas sobre qual profissional é o mais apropriado para o projeto. Afinal, qual é a diferença entre arquiteto, designer de interiores e decorador?

Arquiteto, o que faz?

O arquiteto cursa 5 anos de universidade em Arquitetura e Urbanismo. Desta forma, também está capacitado para trabalhar em projetos urbanísticos, como projetar regiões e bairros.

As habilidades de um arquiteto fazem com que ele seja útil do início ao fim da obra. No caso de uma construção, ele ajuda a definir até mesmo o melhor terreno para o projeto com base em localização, topografia, zoneamento, etc.

Em uma reforma, este profissional está habilitado a definir mudanças estruturais no imóvel, como construção ou demolição de paredes e colunas e mudança de posição de portas e janelas. A capacitação vem de uma série de disciplinas cursadas na graduação, como resistência dos materiais, cálculo, projeto de edificações, etc.

Algumas pessoas formadas em arquitetura decidem se dedicar exclusivamente a projetar ambientes. O arquiteto de interiores tem capacitação para isto pois a graduação inclui também histórica da arte, conforto ambiental, desenho, etc. O arquiteto que atua neste segmento está, da mesma forma, capacitado para definir mudanças na estrutura do imóvel.

E o designer de interiores, faz o quê?

Esta profissão também exige qualificação. Para se tornar designer de interiores, uma pessoa deve fazer um curso técnico de 2 anos.

Este profissional se dedica a planejar o interior dos ambientes com coerência. Leva em consideração ergonomia, acústica, conforto térmico, iluminação, etc. Treinado para captar e satisfazer as necessidades do cliente, o designer de interiores pode assinar projetos de decoração.

Por outro lado, ao contrário do arquiteto, o designer de interiores não tem conhecimento para definir modificações estruturais no imóvel. Ele pode sugeri-las, mas elas devem passar pelo crivo de um arquiteto, que definirá se as mudanças são seguras.

O que faz um decorador?

Já a profissão de decorador não exige formação específica. Este profissional pode fazer um curso livre ou, até mesmo, ser autodidata. Estes profissionais muitas vezes são pessoas interessadas em arte e cultura que aprendem por conta própria, ganham reconhecimento e profissionalizam o hobbie.

A área de atuação do decorador de ambientes é ainda mais específica. Enquanto o designer de interiores define o layout do ambiente, o decorador tem voz apenas sobre o aspecto estético. Ou seja: sua autoridade se limita à escolha de detalhes decorativos como tapetes, almofadas, vasos, flores, etc. Não domina assuntos como ergonomia, acústica, etc. Desta forma, deve trabalhar em parceria com o arquiteto e o designer de interiores.

Agora que você sabe a diferença entre arquiteto, designer de interiores e decorador, cobre as responsabilidades de cada profissional na próxima obra. Se o designer de interiores sugerir modificações estruturais e elas não passarem por um arquiteto, você não terá a quem responsabilizar caso algo dê errado. Ao escolher móveis, não contrate um decorador. A função dele é dar os toques finais para que seus ambientes fiquem bonitos e aconchegantes.

Posted in #DicasCasaBrasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *